sábado, 8 de agosto de 2009

Backbeat: O Cinema em boas mãos



Com um acervo diversificado de filmes fora do circuito comercial Hollywoodiano, a locadora Backbeat demonstra solidez e comprova que o cinema Arte tem vez em São Luís.
.
Com um estoque que já passa dos 13 mil títulos, a locadora – que tem nome de filme dos Beatles – é um verdadeiro acervo vivo para os amantes da sétima arte na capital. O próprio dono dá o gosto inicial. “Nos preocupamos com o bom cinema, gostamos do que fazemos e trabalhamos apenas com o cinema arte, aquele que você não ver no circuito comercial”. Mas o resultado se percebe quando se chega à loja – abarrotada de CDs e DVDs – localizada no bairro Renascença.

Trabalhando sempre com um cinema autoral e principalmente de olho no conteúdo do filme, o estabelecimento, que próximo mês completa 13 anos de existência, traz uma bagagem como poucas do segmento do país. De propriedade de Frederico da Cruz Machado “o Fred”, cineasta e produtor de cinema, a Backbeat sobrevive –e muito bem– ao declínio do mercado de locadoras. Segundo Fred, essa estabilidade se dá ao diferencial que a locadora propõe aos seus clientes. “Temos um a cervo diversificado, possuímos um diferencial bem claro que é trabalhar com filmes que não sejam tão vendáveis, mas que tenham o seu público”, afirma.
.
A ideia do negócio surgiu quando Frederico morava no Rio de Janeiro e ganhou um concurso do Ministério da Cultura para fazer um curta-metragem. O filme teria que ser realizado aqui. “Vi muito potencial aqui e acabei ficando”. Um ano depois, abriu a locadora e, em seguida, uma produtora para realizar curtas-metragens e documentários institucionais.
.
O Inicio – A funcionária mais antiga, Santilha Souza, explica que o inicio foi bem difícil. “Começamos como uma locadora de CDs importados, com mais ou menos 300 álbuns de bandas completamente desconhecidas, e quase não tínhamos clientes, pois muitos nem sabiam desse mercado”. Entretanto, com a chegada dos DVDs a locadora conquistou seu espaço e a pequena loja de CDs tinha virado, além de locadora, uma livraria com café. “Depois da chegada dos DVDS e da livraria, estouramos. Os frequentadores da livraria começaram a se dar conta dos filmes que tínhamos e começou realmente a Backbeat”. Conclui a funcionária que há 12 anos trabalha no local.
.
Acervo – Com preços que variam entre R$ 3.50 –catálogo– e R$ 8.50 –Blu-ray– a locadora acumula mais de 5 mil títulos em CDs e 8 mil em DVDs e possui um dos maiores acervos de filmes Blu-ray “alta definição” do Brasil, com mais de 200 títulos. François Truffaut, Coppola, Tarantino, Scorsese dentre outros grandes clássicos podem ser encontrados facilmente nas prateleiras. O que faz com que clientes ilustres frequentem o local. “É gratificante você possuir um ambiente onde grandes nomes da cultura frequentam e sempre indicam aos amigos”. Emociona-se Frederico ao lembrar que Nauro Machado (o poeta e escritor) e Murilo Santos (cineasta) são seus clientes.

Para Francisco Adriano, cliente há 3 anos, o fato de a locadora possuir títulos que nem sempre estão disponíveis em outras é um atrativo que faz com que muitas pessoas se tornem usuários. “Encontro na Backbeat o que não acho em outras locadoras, e isso faz com que eu seja um cliente fiel daqui”, confessa.

A Lume Filmes

A partir do Festival Internacional de Cinema do Maranhão, evento realizado por Frederico Machado em 2000, surgiu a ideia do trabalho com distribuição. Nascia à distribuidora Lume Filmes, que hoje atua no mercado de produção, exibição e distribuição de filmes. “Desde o Festival, evento que realizamos e que foi sucesso de público e crítica, que temos um contato grande com as distribuidoras de cinema internacionais. A partir disso foi um processo natural criar a Lume Filmes”, pontua.
.
Produção, Exibição e Distribuição – Como produtora, a Lume está finalizando o curta-metragem Vela ao crucificado, (estréia em setembro) baseado em um conto de Ubiratan Teixeira. E, em pré-produção de mais quatro projetos cinematográficos. Os longas-metragens Sem bagagem e Seis histórias de São Luís e os curtas Guimarães e Entendeu?. No processo de exibição, retomou a parceria com o Cine Praia Grande. E na distribuição, a Lume já está consagrada até mundialmente. Com exclusividade para o Brasil de mais de 100 longas metragens. Lançando, inclusive, a Coleção Cinema Marginal Brasileiro. O que a torna, hoje, a principal distribuidora de cinema autoral e de arte do Brasil e respeitada na América Latina como a mais importante no segmento de DVD.
.
Lume Filmes e Cine Praia Grande – Depois de 5 anos arrendando o Cine Praia Grande (2000 a 2005), recentemente a Lume Filmes reatou a parceria com o Cine Praia Grande, sendo responsável pela programação do cinema no centro Histórico até dezembro de 2010.
.
A locadora Backbeat e a Lume Filmes ficam no mesmo lugar, (Rua Quéops, Ed. Executive Center, Lj B/C Renascença 2). “As lojas são bem pequenas, têm o mesmo telefone, pois não tem extensão, mas diferente de outras temos conteúdo”, finaliza entre risadas.
.
Para quem concorda que cinema não é só pipoca, vale a pena passar na locadora e dar uma conferida nos clássicos.

2 opiniões:

Tássio Carlos disse...

Grande Frank,

Ouvi dizer que a Lume filme tem exclusividade na distribuição de alguns filmes produzidos no Irã!

Sol ^^ disse...

Já ouvi falar da Backbeat, mas ainda n criei vergonha na cara pra passar lá, mas antes tarde do que nunca.
^^

Valeu o Post Frank.
;D