quarta-feira, 1 de outubro de 2008

CAMPUS, 15min DE AGONIA





Com apenas *quatro ônibus rodando diretamente na linha Campus integração, alunos, funcionários e professores da UFMA em São Luís, são ridicularizados ao enfrentar filas quilométricas para chegar ao seu destino.

Cerca de 5.000 passageiros diariamente, este é o número divulgado pelo fiscal das linhas Campus Integração e Campus não integrado, e somente quatro ônibus para o “inferninho” chamado integração Beira-mar.

Rodando das 06hrs até as 22hrs, e com saídas do ponto final de dez em dez minutos normalmente, e seis em seis minutos em horário de pico, o ônibus que seria para levar cerca de 70 pessoas em cada viagem direta ao terminal, chega a andar com cerca de 110 indivíduos (abarrotados num coletivo que mais parece uma lata de sardinha), ou seja, 50% a mais de sua capacidade normal designada ao sair da fábrica.

São geralmente 15 minutos de agonia, do terminal à UFMA, e vice-versa, com um calor horrível, pessoas se aglomeram na fila para tentar pegar os poucos lugares que são destinados as cadeiras no coletivo, e o resto vai como pode, pisadas freqüentes, empurrões e muito corre- corre, e assim vai sendo todos os dias, sempre com muitas reclamações dos usuários e aparentemente nenhum interesse em melhorar o transporte por parte da empresa Taguatur que presta o serviço, a Reitoria, responsável por melhorar as condições das vias do campus ou até mesmo pela Semtur, secretaria responsável pela circulação e fiscalização dos ônibus na capital.

Os motoristas e cobradores defendem-se afirmando que não tem culpa alguma, afinal são apenas empregados e dizem que a empresa tem interesse em aumentar o quadro de ônibus na linha, o problema é que a Reitoria não se preocupa em melhorar a infra-estrutura das ruas por dentro da UFMA.

“A empresa já marcou varias reuniões com o reitor de vocês e ele fala que irá ajeitar, e não acontece nada, fica do jeito que ta e os alunos acham que é a empresa que está agindo de má fé, não sabendo que, se as ruas do campus daqui da UFMA fossem melhoradas, vocês teriam muito mais ônibus à disposição”.

Ressaltou o cobrador Silva (há oito anos na empresa e cinco meses na linha Campus Integração) que concluiu dizendo que a frota oferecida no Campus Integração é a mais nova da empresa com 90% dos ônibus 2008 e dois com elevadores para deficientes físicos.

*De acordo com o fiscal responsável pelas linhas, Bispo, três ônibus -a mais- são disponibilizados pela empresa no horário de 13h e 18h, que são considerados horários de maior fluxo de alunos.

2 opiniões:

... Matheus ... disse...

o_o

ninguem merece esse sistema de onibus

J. Borges disse...

Olá Franklin! É verdade, ninguém merece esse ônibus mesmo, pegava ele (quando meu curso na Ufma ainda não tava trancado) e via só a dificuldade de se equilibrar em meio a tanta gente e a cada curva louca que ele faz. Vim aqui agradecer as visitas e aos comentários que bastante nos ajudam lá no Jornalismo SL. Obrigada mesmo e sempre que puder, dá uma passada lá, que eu, com certeza farei minha visita diária aqui no blog Frank Lima! Adorei o vídeo e acho também que (nós) os estudantes da Instituição deveriam (deveríamos) falar (ou tentar, pelo menos) com a reitoria para dar prioridade ao que é prioritário na Universidade. Eles querem expandir a Ufma criando cursos novos (ou seja, mais gente) e não querem acomodar essas pessoas. Não pensam no conforto, só nos recursos! É isso o que falta, acordar pra isso. Mas, por enquanto, assim se leva, com a barriga (pontapés e pisadas). Ah, outra coisa, se seu vídeo tivesse uns 3 minutos apenas dava até pra concorrer no vídeo de bolso! Meu voto seria seu, pode contar!