terça-feira, 17 de março de 2009

Ronaldo, o pulmão do Brasil

Tudo respira Ronaldo o fenômeno e sua pança, em todos os programas de entretenimento [globo] lá está ele, falando e falando, rindo a beça e com o bolso cada vez mais cheio de dinheiro.

Semana passada, foi a vez do Jornal Nacional perder o precioso tempo cronometrado da edição de segunda-feira (9) apenas para uma pequena entrevista com o super star sobre o seu [primeiro] gol pelo Corinthians, foram quase 10 minutos sobre um assunto desnecessário.

Ronaldo é atualmente o principal interesse público do país, o fato do fenômeno não esta bem com a balança demonstra a real preocupação do que é noticia no país [do futebol].


3 opiniões:

Tamara Maciel disse...

Concordo que é perda de tempo toda essa mídia em cima de Ronaldinho. A imprensa brasileira costuma exagerar com determinados assuntos. Não vou negar que futebol já é algo para mim digamos, bocejante. Em se tratando de Ronaldo fenômenos então, é dose cavalar para dormir!

Larissa Régia disse...

Penso que toda essa cobertura é uma falha, ainda mais interromper um jornal nacional, é brincadeira... Apesar de não gostar de futebol acredito que o Ronaldo tem sua relevância para o cenário esportivo nacional e internacional, não podemos ignorar o fato de muitas crianças o terem como referencial, espelho. Isso tem uma importância fundamental na vida social de muitas pessoas. Mas às vezes esquecemos que ele é um ser humano normal, tem seus erros e falhas. Deixemos ele pra lá...Já foi...Já era...

Liliam Freitas disse...

Ronaldo como centro do universo, centro da midia tb. Eu não suporto, ele não é atualmente o rei do futebol do Brasil, há outros que batem uma bola melhor que ele o próprio Kleber, dos Santos, Keirrison, dos Palmeiras.
Ronaldo é mais Marketing e Publicidade, o jogador que já foi e que o jogo agora é fora de campo. Essa foi a jogada do Timão. No jogo contra o palmeiras, Ronaldo fez um gol na banheira, que até eu faria. A imprensa festeja como se fosse um golaçõ. Fala sério. No dia seguinte a manchete no Aqui Maranhão "O Fenômeno voltou". Com essa nem compro.

Por que não fala com a Jade, da Ginastica Olimpica que foi abandonada pela Confederação da Ginastica Olimpica e o patrocionador?