terça-feira, 21 de outubro de 2008

Eloá, um retrato de muitas garotas do Brasil

Com um fim trágico, o seqüestro da menina Eloá, mostra ao Brasil e ao mundo o quanto nossa polícia é despreparada para enfrentar situações dramáticas e o perigo que muitas garotas correm ao achar que vão encontrar o príncipe encantado em um homem mais velho.
.
Com a argüição baixa de que tamanha ação foi gerada por um possível tiro dado pelo ex-namorado da vítima, que poucos (fora a polícia) afirmaram ter ouvido, a nossa sociedade perdeu uma pobre garotinha de apenas 15 anos que pagou caro por conviver dois anos com um desequilibrado.
.
Tal acontecimento deixa muitas pessoas, principalmente mulheres, em estado de agonia, pois tamanho fato nos revela uma realidade mais habitual do que pensamos, “namorados mais velhos, depois do fim de um ‘amor’ não correspondido, acabando com o futuro de muitas jovens gurias”.
.
Há três meses ouviu-se nos noticiários o caso de uma jovem inglesa de apenas 17 anos que fora esquartejada pelo namorado mais velho, motivo: término do namoro.
.
Domingo, 19 de outubro de 2008, São Paulo, interior do estado, outra menina assassinada pelo namorado também mais velho, motivo: fim do romance.
.
Na mídia muitos tentam explicar o porquê da demora na polícia em agir. O que faltou para um bom desfecho do seqüestro? O que vai acontecer a Lindeberg? Da onde saiu o tiro que matou a garota? Por que a entrada da amiga no apartamento depois de solta? Dentre outras coisas.
.
Percebo que não há preocupação com tantas outras jovens Eloás que estão pelo nosso país, sujeitas a mesma coisa. Que apanham dos namorados, são ameaçadas e acabam com um fim também trágico. E, por não serem de família rica ou serem seqüestradas a ponto de ficar mais de 100 horas no cativeiro não são mostradas nos meios de comunicação social.
.
O problema é grave, precisa ser melhor visto pelas autoridades, sociedade, pais, familiares e etc. Afinal, as únicas vítimas são as mulheres, que são iludidas pelo conto de fadas de está com um homem mais velho, estabilizado e maduro. Neste estereotipo é que mora o medo.

17 opiniões:

Lucas Moratelli disse...

Gostei foi do que disse um promotor no do caso:
"Minha filha com doze anos brinca de boneca!"

Gostei do texto. :}

Só não entendi isso:
"O problema é grave, precisa ser mais bem visto pelas autoridades, sociedade, pais, familiares e etc."

Bem visto?


Abraço;
Até Alí.

Frank Lima disse...

o "bem visto" remete a "melhor analisado" caro lucas.

Obrigado pelo comentário, espero ter esclarecido sua dúvida.

DuDu Magalhães disse...

Um caso complicado.

Penso que a mídia precisa do Shownarlismo, e a sociedade de alguém para pensar por ela, afinal, pensar dói, não é?!


Os formadores do opinião, a nível de Brasil, tentam explicar os motivos que levaram a esse desfecho, etc. Buscam um culpado, mas se esquecem quem fabrica o problema e dinamiza-o com um ar de hipocrisia tão grande...


Mas, sou apenas um blogueiro comum, que vive em uma cidade comum...

Abrass


http://minhainspiracao.blogspot.com/

Jéssica disse...

eu já acho que independe da idade. Se o tal Lindemberg fosse mais novo, e ainda sim não tivesse caráter, faria o mesmo.

Depende mais das garotas...
namorar com caras de qualquer idade que seja, aos 12 ou 15 anos, sem saber por onde tem pisado, dá nisso.
A tal Eloá era popular, deve ter ficado com ele pq ele dizia ser o "líder" do lugar. Coisa de adolescente...
A culpa não é só dele, nem da polícia.
Talvez, nem mesmo dela...
eu ainda acredito que uma folha não cai de uma arvore, fora do tempo.
Só não se sabe o propósito!
;*

Tha disse...

Como ela saberia que um cara que a amava iria acabar com a vida dela?
Pq ela começou a namorar tao cedo?
De quem foi a culpa? E a polícia?
são muitas perguntas sem respostas... tomará que consigam ter respostas pelo menos para algumas delas, e que Eloá descanse em paz e que o tal do Lindemberg morra na cadeia

beijos

Larissa Cândido disse...

Eu não acho que essa seja uma regra: meninas que namoram homens mais velhos teram eventuais problemas (não estou dizendo que você disse isso... rs), mas acho que nem sempre isso acontece. Acredito que isso poderia ter acontecido em qualquer tipo de relacionamento! E para mim ver a polícia "vacilando" não é nehuma novidade! O que mais me faz refletir nesse incidente é a condição do ser humano. Como uma "paixão" e ao mesmo tempo uma falta de paixão por si próprio pode embaralhar o sentido de alguém. Algo que era pra ser simples (o amor), torna-se algo manipulador, agressivo, mesquinho. Enfim, são muitas coisas pra se pensar sobre isso.
Adorei suas palavras e suas colocações. :D

Dário Souza disse...

A maioria das adolescentes tem desejo de ficar com caras mais velhos tomara que a eloá de o exemplo do que pode acontecer em relações desse tipo.

Ellen Regina - facetasdemim disse...

não acho q seja uma regra, mas na maioria dos casos, o atrativo de um homem maduro por uma menina é justamente a inexperiência e a facilidade de manipulação. Homens assim têm medo de mulheres de verdade, com garra, iniciativa, que fazem valer a sua vontade.

Por mais q seja bonitinho o que o promotor disse, infelizmente não é a realidade de muitas meninas, várias, com a mesma idade já são mãe, não raro, de mais de um filho...

JoJo Lobato disse...

O problema nao eh o adolescente se relacionar com outro mais velho, mas sim o fato de que os jovens cada vez tem menos contato com a familia. Os pais acabam esquecendo de que criar um filho eh muito mais que dar boa escola e boa comida.
Falta afeto, conversa, companheirismo.
E ainda assim, mesmo com essa instrucao, casos como esses podem ocorrer. O amor eh um sentimento que nos deixa cegos e bobos...

Gostei do blog Frank ;D

Net Esportes disse...

Os pais não tem mais controle, a mina começou a nomorar com 12 anos um safado de 19.... é brincadeira, sociedade perdida.......

will disse...

neste mundo de hoje é comum garotas de 12, 13 anos jah estarem namorando... e isso de fato é o q mais atrapalha, uma jovem dessa com certeza tem muito a viver e naum vai qrer prender-se a uma soh pessoa, ainda mais sendo alguém mais velho. Já um contraste de alguém mais maduro a procura de uma pessoa pra "vida toda".O fato é que a familia tambem tem sua parte de culpa, e fica o exemplo pra todos.
uma garota de 12, 13 anos tem mais é que viver como uma criança.
como era em nosso tempo. tudo bem que com 12 anos eu comecei a fumar e beber mas naum vem ao caso... hehe

enfim...
E a policia despreparada, atrapalhada e sem nenhuma noção de de negociação acabou contribuindo diretamente para o fim trágico...
Até descordo qdo vc disse desesperada...afinal a mesma esperou 5 dias para invadir o apartamento, em outros paises, com 5 dias o sequestrador jah havia sido enterrado depois de um tiro de um atirador de elite. Será que tem isso aki?

e sobre o caso da inglesa, bem... na verdade ele estava com ela somente pra ganhar o visto permanete, a matou qdo ela decidiu naum casar-se mais com ele... foi isso... naum foi amor de um obsecado... ele soh estava a usando...

mas casos de amor naum correspondido que acabam em tragédia sempre estão acontecendo...

Acho que o lance é ninguém mais se amar... hsuaihsiuas

brincadeira...

abraço frank.

will disse...

neste mundo de hoje é comum garotas de 12, 13 anos jah estarem namorando... e isso de fato é o q mais atrapalha, uma jovem dessa com certeza tem muito a viver e naum vai qrer prender-se a uma soh pessoa, ainda mais sendo alguém mais velho. Já um contraste de alguém mais maduro a procura de uma pessoa pra "vida toda".O fato é que a familia tambem tem sua parte de culpa, e fica o exemplo pra todos.
uma garota de 12, 13 anos tem mais é que viver como uma criança.
como era em nosso tempo. tudo bem que com 12 anos eu comecei a fumar e beber mas naum vem ao caso... hehe

enfim...
E a policia despreparada, atrapalhada e sem nenhuma noção de de negociação acabou contribuindo diretamente para o fim trágico...
Até descordo qdo vc disse desesperada...afinal a mesma esperou 5 dias para invadir o apartamento, em outros paises, com 5 dias o sequestrador jah havia sido enterrado depois de um tiro de um atirador de elite. Será que tem isso aki?

e sobre o caso da inglesa, bem... na verdade ele estava com ela somente pra ganhar o visto permanete, a matou qdo ela decidiu naum casar-se mais com ele... foi isso... naum foi amor de um obsecado... ele soh estava a usando...

mas casos de amor naum correspondido que acabam em tragédia sempre estão acontecendo...

Acho que o lance é ninguém mais se amar... hsuaihsiuas

brincadeira...

abraço frank.

lumartins2908 disse...

Concordo em mtos aspectos. Mas ainda acho que o mais ridiculo foi ela ter o pai assassino tb. As vezes penso na vergonha que ela sentiria ao saber se estivesse viva. Enfim, o Brasil esta um caos.

Abraço e ótimo blog :D

http://tiomah.blogspot.com/

30 e poucos anos. disse...

O mundo evolui a cada segundo e nada será como antes.
Só tenho medo do que acontecerá com minha filha que hoje tem 10 anos.

Luana Serra disse...

Oi Frank , passando pra paga a promessa que te fiz. Gostei do texto. não acho que o fato dela namorar um caro mais velho seja o problema. E o que chama atenção nesse caso é que mais uma vez prevalece a frase " a culpa não é nossa" ,a mídia bota culpa na polícia , a polícia na política ( leia o texto " Devemos defender a polícia dos políticos" www.marcelotas.blog.uol.com.br) e assim vai.. infelizmente quem paga pela falta de responsabilidade e de admissão de culpa somos nós !
até queria comentar mais o assunto, mas não vai dar ò .

bjs
ps : www.luanaserra.blogspot.com atualizado (Amém)

blogdapaulinhaabreu disse...

Oi Frank!
Adorei o texto, está muito bem escrito, tanto no que diz respeito aos termos gramaticais como à coerência de idéias.
Gostei também do modo como tu abordaste o assunto. Teu texto está super interessante e muito fácil de ser compreendido.
Parabéns e muito boa sorte com os próximos!!!

Raiza disse...

Concordo com o Dudu Magalhães.
Além do despreparo da polícia e da falta de maturidade de algumas garotas [não necessariamente o caso da Eloá], algo que pode ter sido decicivo foi o showzinho da imprensa. Apesar de defender a liberdade de expressão, acho que tem se estabelecer um limite.. e atitudes como conversar com o sequestrador ultrapassam qualquer limite![a Sônia Abrão o fez diversas vezes]. A imprensa não pode estar tão envolvida a ponto de por uma vida em risco.. são necessários mais cuidados e restrições do que ao noticiar uma morte, por exemplo.